Serviços

Pesquisa Genealógica

Compartilhe

O primeiro passo para pleitear a nacionalidade portuguesa por este caminho é comprovar que o requerente é descendente de um judeu Sefardita.

Os judeus designados Sefarditas são aqueles originários da Península Ibérica e que foram expulsos de Portugal e Espanha no final do séc. XV, entretanto muitos desses judeus permaneceram em Portugal e foram obrigados a se converterem ao cristianismo. Com o tempo, tais judeus passaram a ser conhecidos como cristãos-novos, que mais tarde, durante o séc. XVI e XVII, seriam perseguidos pela Inquisição.

Como reparação histórica com as famílias Sefarditas expulsas e perseguidas nesse período, Portugal concede, atualmente, a nacionalidade aos descendentes destas famílias.

Poucos sabem, mas muitos brasileiros são descendentes dos judeus Sefarditas que aqui se estabeleceram fugindo da perseguição inquisitorial e, portanto, possuem direito a requerer a nacionalidade portuguesa. Para isso uma pesquisa genealógica é fundamental para a comprovação da origem Sefardita.

A comprovação é realizada através de relatório contendo registros civis e paroquiais, inventários e testamentos, entre outros, que parte do requerente, passa por seus ascendentes (avós, bisavós, trisavós, etc) até o ancestral Sefardita, para demonstrar o vínculo existente entre cada geração.

O primeiro passo é a construção de sua árvore genealógica começando pelo requerente até o antepassado judeu Sefardita, para isso recomendamos sempre a ajuda de um especialista em genealogia.