Skip to main content

Hoje a Lei de Nacionalidade Portuguesa permite que descendentes de Judeus Sefarditas consigam o passaporte portuguesa por meio de raízes antigas com pessoas nascidas há mais de 300 (trezentos) anos. Neste contéudo detalharemos algumas famílias originais do Rio Grande do Norte que chegaram no Brasil Colonial e são descendentes de Sefaditas.

As raízes judaicas do Brasil tiveram seu início durante o Brasil Colonial, nesta época a Capitania de Pernambuco que abrangia os atuais estados de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará e Alagoas e a porção ocidental da Bahia, recebeu inúmeros Judeus ditos Sefarditas.
Reconhecido por suas belezas naturais e seus mistérios do período colonial, o estado do Rio Grande do Norte como os demais que compõem a região Nordeste do Brasil, é caracterizado por suas raízes judaicas provenientes de um período até então silenciado e pouco estudado por muitos historiadores, denominado de a Santa Inquisição Católica.


Há neste belíssimo estado nomes que se tornaram comuns e que poucos se dedicaram a saber suas origens e ancestralidades, como é o caso das famílias, Medeiros, Morais, Nóbrega, Pereira, Maciel, Figueiredo, Fernandes, Carneiro, Azevedo, Álvares, Alves, Maia, Melo, Dantas, Correia etc.

Dentre suas regiões destaca-se o Seridó, que recebeu alguns destes portugueses que descendem de Cristãos Novos (nome usado para classificar aqueles que se convertiam ao cristianismo durante o período inquisitorial), dos quais destacamos os irmãos Medeiros, Sebastião de Medeiros Matos e Rodrigo de Medeiros Rocha e Izabel Maria de Araújo, casada com o Major Cosme Damião Fernandes, neto de Antônio José Fernandes.Consulte agora

Estas famílias deixaram muitos descendentes em todo o Estado, principalrmente nas cidades de São João do Sabugi, Caicó e arredores. Outros Sefarditas como José Dantas Corrêa e seus muitos filhos dos quais se destacam o Coronel Caetano Dantas Corrêa e Thomaz de Araújo Pereira que veio a falecer na cidade de Acari; Antônio de Azevedo Maia, responsável pelo povoamento da antiga cidade de Conceição do Azevedo, atual Jardim do Seridó.

Leave a Reply

Fale Conosco