Skip to main content

Você sabia que há mais de 500 anos, milhares de judeus sefarditas foram perseguidos pela inquisição portuguesa? Naquela época Portugal perseguia os praticantes do judaísmo, que era considerado um crime. Com isso muitos desses refugiados desembarcaram aqui no Brasil, na época Bahia Colonial, hoje localizado no Ceará, Pernambuco, Paraíba, e Rio Grande do Norte. Em 28 cidades baianas registraram presença judaica, sendo as principais Salvador, Ilhéus, Porto Seguro, Itabuna, Eunápolis, Jequié, Alagoinhas e Vitória da Conquista.

Já em solo brasileiro, essa presença judaica aconteceu através de cristãos-novos, como eram chamados os judeus convertidos aqui. Durante os tempos muitas dessas famílias se desenvolveram na região, adquirindo boa parte das terras, no âmbito comercial, e estrutural, já atualmente muitas dessas pessoas não possuem mais os traços sociais, costumes e religião judaica, e acabam não sabendo quem são seus antepassados, o que possivelmente ligue a sua ancestralidade sefardita.

Recentemente Portugal, em 2015, por meio de uma possível retratação com esses antepassados que se refugiaram aqui, foi decretada uma lei que prevê que judeus de origem Sefardita ou Sefaradi possam obter a nacionalidade europeia, após inclusão na Lei de Nacionalidade portuguesa.

Muitas dessas famílias permearam por gerações e gerações até possivelmente você.O primeiro passo para pleitear a nacionalidade portuguesa por este caminho é comprovar que o requerente é um judeu de origem Sefardita, por isso fazemos uma profunda pesquisa genealógica para explorar sua ancestralidade.
É com ela que você irá descobrir mais sobre o seu passado e identificar o seu descendente sefardita.
Entre em contato conosco, descubra sua ancestralidade, pois você pode ter direito a nacionalidade portuguesa.

Leave a Reply

Fale Conosco